5202 visitatori in 24 ore
 293 visitatori online adesso





Stampa il tuo libro



Ana Maria Stoppa

Ana Maria Stoppa, nata a Santo André-SP, si scrive come Ana Stoppa, ítalo- brasiliana, Cittadina Onoraria del Municipio di Mauá-SP, nata a Mauá-SP, Direttrice dell’”Ação Social” 2016- 2918, Ordine degli Avvocati del Brasile, Santo André/SP,   Presidente Onorario – Brasile- Italia dalla ... (continua)


Ana Stoppa
 Le sue poesie

La prima poesia pubblicata:
 
Amigo (10/12/2010)

L'ultima poesia pubblicata:
 
Perenidade (31/10/2017)

Ana Stoppa vi consiglia:
 Dove va questo mondo (06/10/2014)
 L’Ultimo Poema (15/05/2014)
 Occhi di bambino (17/05/2014)
 Il pianeta chiede aiuto (05/06/2014)
 Quanto il Tuo Amore Silenziò (12/05/2014)

La poesia più letta:
 
Agora Nao Te quero Mais (16/01/2011, 4628 letture)

Leggi la biografia di Ana Stoppa!


Leggi i racconti di Ana Stoppa


Autore del giorno
 il giorno 10/01/2016
 il giorno 23/04/2014
 il giorno 15/04/2013
 il giorno 22/12/2011

Ana Stoppa
ti consiglia questi autori:
 Giovanni Monopoli
 Melina Licata
 Elisabetta Randazzo
 Saverio Chiti
Cinzia Castellana

Seguici su:




Ti piace come scrive poesie Ana Stoppa? Allora clicca su questo pulsante per condividere su Google+.

Cerca la poesia:



Ana Stoppa in rete:
Invia un messaggio privato a Ana Stoppa.


Ana Stoppa pubblica anche nei siti:

RimeScelte.com RimeScelte.com

ParoledelCuore.com ParoledelCuore.com

DonneModerne.com DonneModerne.com

Aquilonefelice.it AquiloneFelice.it

PortfolioPoetico.com PortfolioPoetico.com




Pubblicità
eBook italiani a € 0,99: ebook pubblicati con la massima cura e messi in vendita con il prezzo minore possibile per renderli accessibile a tutti.
I Ching: consulta gratuitamente il millenario oracolo cinese.
Confessioni: trovare amicizia e amore, annunci e lettere.
Farmaci generici Guida contro le truffe sui farmaci generici.

Xenical per dimagrire in modo sicuro ed efficace.
Glossario informatico: sigle, acronimi e termini informatici, spiegati in modo semplice ma completo, per comprendere libri, manuali, libretti di istruzioni, riviste e recensioni.
Guida eBook: Guida agli eBook ed agli eBook reader. Caratteristiche tecniche, schede ed analisi

Ana Stoppa


Le sue 517 poesie

Perenidade

Spiritualità
Vejo a luz da madrugada anunciar o dia
E a noite cansada tentando adormecer
Busco o etéreo palco pleno de estrelas
De onde escuto o som da última valsa.

No imaginário onde moram os sonhos
Por um momento me despeço de tudo
Entrego- me ao som que……leggi


Ana Stoppa 31/10/2017 14:38| 36

Varal da Ilusão

Amicizia
No longo varal da ilusão
Recolho hoje os sonhos
Amarelados de pranto
Desbotados de encanto
Esquecidos sob o sol
Da primavera distante.


Presos em muitos nós
Finos fios de seda fria
Projetos outrora vivos
Sepultados ao acaso
No……leggi


Ana Stoppa 15/08/2017 05:19| 157

Dio vive nella semplicità

Spiritualità
Il tiepido sole autunnale batte sulla mia finestra,
Sento il canto degli uccelli, sento la vita bella.
Per iniziare il lavoro, do una buon giorno per la vita,
Ringrazio al Padre celeste per le notti che me vela.

Dio è in ogni angolo di questo……leggi

Ana Stoppa 20/06/2017 05:39| 119

La Mia Poesia

Spiritualità
La mia poesia si consegna
svestita da tutte le rime
soave, profonda, cristallina
come gli occhi di bambina

La mia poesia ti cerca
nelle eterne albe
nel vuoto dell’immenso letto
tu sei un sogno perfetto.

La mi poesia ha bisogno di……leggi

Ana Stoppa 14/06/2017 04:44| 142

Quanto il Tuo Amore Silenziò

Amore
Quanto il tuo amore silenziò
Mi persi nelle dense lacrime
invano cercai giustificazioni
Plausibili per la brusca partenza

Quando il tuo amore silenziò
Mi sentii per intero abbandonata
Passai a vivere angosciante i giorni
Trascinata……leggi

Ana Stoppa 13/06/2017 21:24| 226

Folhas de Outono

Spiritualità
Não me pergunte como morrem os sonhos
Ou a razão da morte das folhas no outono
Não me pergunte sobre o sepulcro do amor
Ou a dimensão de um amanhecer sem cor.

Rabisque na areia as dores e todos os medos
Ouse amar……leggi



Ana Stoppa 16/05/2017 05:55| 211

Mãe

Donne
Quisera estar entre os teus braços
Aninhado em teu envolvente abraço
Te entregar um ramalhete de flores
Rogar a Deus o fim de todas dores.

Quisera mãe, se me fosse permitido
Retornar súbito ao tempo de……leggi


Ana Stoppa 15/05/2017 05:17| 642

Desencontros

Spiritualità
Por que será que é preciso
Sufocar o pulsar da alegria
Aninhar- se na amarga dor
Desligar- se da serenidade
Ocultar de vez a felicidade
Caminhar solitário nas ruas
Se perder como o sol da lua.

Por que será que é……leggi


Ana Stoppa 08/05/2017 07:18| 235

Arremedos

Riflessioni
Quantas vezes me perdi de mim mesmo
E insana caminhei sobre espinhos a esmo
Desfiei o rosário dos sonhos desfigurados
Me vi esquecido em becos abandonados.

Quantas vezes naveguei no mar do amor
Tola crença de ver distante a amarga dor……leggi


Ana Stoppa 07/05/2017 09:17| 206

Loucura

Riflessioni
Loucura é deixar morrer a esperança
É esquecer a cor e o som dos sonhos
E deixar fugir a felicidade por pouco.
Quem se habitua ficar louco, é louco.

Loucura é dar ibope para o negativo
Lamentar seguidamente sem……leggi


Ana Stoppa 24/01/2017 02:49| 289

De vez em quando é preciso

Amore
De vez em quanto é preciso
Recuperar de vez a razão
Cerrar as portas dos sonhos
Seguir em silêncio a estrada
Em busca da cor do nada.

De vez em quando é preciso
Parar de sonhar acordado
Ignorar a tal da……leggi


Ana Stoppa 23/01/2017 03:41| 556

Inspiração

Amore
Você surgir de repente
Quando meu ser tão descrente
Perdido, sem rota ou rumo
Tristonho, meio fora do prumo
Havia cerrado as portas
Para o amor que tanto falta.

Então meu mundo opaco
Enfraquecido, sem graça
De repente……leggi


Ana Stoppa 20/01/2017 01:18| 754

Versos do Tempo

Introspezione
Meus versos hoje sem rima
Dispersam- se nas esquinas
Procuram encontrar espaço
Nos corações sem destino
Que vagam feito o tempo
Sugando as horas dos dias.

E quando encontram alento
Desatentos nem se importam
Percebem o cerrar……leggi


Ana Stoppa 30/05/2016 09:49| 494

Sem sentido

Amore
Tudo fica sem sentido
quando você não está
a angústia ganha alma
meu ser perde a calma
e o coração te procura
experimenta a loucura.

Tudo fica sem sentido
quando falta te abraço
que me inunda de……leggi



Ana Stoppa 03/04/2016 00:11| 1565

Vestes da Alma

Festività
Eu me visto de poesias
Quando a estrada da vida
Outrora de amor florida
Perde sem perceber a luz
Nos becos da nostalgia.

Então a alma tristonha
Sentindo a lida enfadonha
O mundo às vezes perverso
Se põe a escrever os……leggi


Ana Stoppa 22/03/2016 00:52| 559

 
Precedenti 15 >>

517 poesie trovate. In questa pagina dal n° 1 al n° 15.

 


Amicizia
Varal da Ilusão
Volo in cerca di pace
Sorrisi
Oggi ho desiderato una poesia
Amore incondizionato
Lascia che sia così
Ti lascio un abbraccio
Deixo- Te Um Abraço
Sorrisos
Vem Brincar de Ser Feliz!
Carinho Se Pode Sentir
Abra O Seu Coração
Poeta Menino
Alvorecer
Sorria Sempre
Amor Solidário
Casa do Sol
Amigo
Amore
Quanto il Tuo Amore Silenziò
De vez em quando é preciso
Inspiração
Sem sentido
Impossibilidades
Angústia
Insana procura
Tante lune
Mistero
Il mio cuore
Meu bem querer
Momentos de amor
Sonhos Inacabados
Carezza si può sentire
L’Ultimo Poema
Quanto il Tuo Amore Silenziò
Rosas Serenas
Abandono
Nostálgicos Versos
Devolva meu coração
Tua Ausência
E foram tantas as palavras
Luz dos Sonhos
Devaneios
Almas Gêmeas
Sonhos de Menina
Quando vi você chegar
Eu te amo
Preciso de Teu Abraço
Delirio Autunnale
Brocche e Anfore
Decantami
Vem correndo amor amar
Olor de Vida
Estrela Encantada
Sentimento de mão única
Sonhos Desbotados
Quero tanto os teus abraços
Amar é ousar
O poeta e a lua
Amor abraça- me
Preciso Que Mores Em Mim
Véus de Tuas Ondas
Ilusão Em Preto E Branco
A Sutileza do Adeus
Retalhos de Sabedoria
Apaguei o Teu Retrato
Explosão de Amor
Arraste Tuas Lembranças
Quando Um Amor Termina
Sonho de Amor
Bambuzal - Amor no Campo
Relance
Se Quiseres Conhecer o Amor
Para Quem Dizer Eu Te Amo
O Desnudar Da Alma
Retratos
Por Quem Estas Lágrimas?
Quando Teu Amor Emudeceu
A Chuva Que Cai
Súplica de Amor
Amor Em Desatino
O Amor Já Não Te Peço
Batalha Perdida
Meu Universo É Você
Sinfonia de Desejos
Aroma de Amora
Eu Te Amo
Mar de Ilusões
Mágico Amor
Para Sempre Te Amarei
Sublimaçao do Amor
Oceano De Desejos
Amor Meteoro
Ficou Em Mim A Tua Essência
Bambuzal - Amor no Campo
Vai Saudade, Vai Embora
Toma Conta de Mim
A Vida Pede Abraços
Explosão de Amor
Anjos da Madrugada
Vazios Casulos
Tenha Pena De Mim Meu Amor
Orquídeas do Amor
Precisavas Amor Entender A Medida
Porque Te Quero Tanto
Meu Coração Te Precisa
Hoje Eu Te Quero Pra Mim
AMOR a Vida Tem Pressa
Tela Das Lembranças
Teu Sorriso
Estrelas Reluzentes
Folhas da Saudade
Pentagrama Do Amor
Lençois Amarrotados
Fome de Afeto
O Último Poema
Águas Da Vida
Chuva Que Cai De Mansinho
Noite De Amor
Felicidade
Assim Vaga No Vazio
Assim Te possuo
Ramalhete De Estrelas
Essência Do Desejo
Joías Preciosas
Sete Luas
O Calor De Um Abraço
Coração Sonhador
Cama e Mesa
Sonhos
Amor Meu - Dia de San Valentino
Deixe- me Voar
Descoberta Da Felicidade
Coração Bandoleiro
Amor Preciso de Ti
Tu És Meu Sonho
Me Deixe Apenas Te Amar
Não Tenho Pena
Mar de Sonhos
Embalo dos Sonhos
Distante dos Olhos
Amor Ensina- me A Te Esquecer
Amar, Simplesmente Amar
Amores Desfeitos
Preciso Sonhar
Pergaminhos do Amor
Sem Teu Mel
Corações Sem Rumo
Caixinha de Sonhos
Mistura de Carinhos
Reencontro
Coração Que Tanto Sonha
Dálias Brancas
Loucas Vontades
Carícias
Oceano de Carinhos
O Fruto do AMor
Enlaça- me Em Teus Braços
Amor Meu Coração Está Te Amando
Meu Amor
Deusa do Amor
O Pouco Que Resta De Mim
Ontem a Minha Alma Pediu Você
Desejos
Sentimentos Sufocados
Castelo do Amor
Cálice do Amor
Baú dos Sonhos
Rosas do Amor
Novo Amor
Eu Te Amo
Decanta- me
Te Amarei Na Eternidade
Lembranças do Amor
Empresta- me Teu Amor
Amor, Sempre Amor
Preciso do Teu Amor
Amor Sem Pressa
Anseios da Alma
Beija- me
Amor Incandescente
Leito de Jasmins
Eu Te Amo
Que Falta Faz Um Abraço
Amor À Deriva
Tu És O Amor
Amor, Mágico Amor
Simbiose do Amor
Cântaros e Ânforas
Amor Desmedido
Navego em Teu Ser
Fingindo a Alegria
Não Pude Amar- te do Meu Jeito
Minha Alma Pede Você
Amor, Um Mistério
Mercador
Sangria Desatada
Angústia
Perder Um Amor
Adesivo Mega Afetivo
Profana Paixão
Sobras de Afeto
Agora Nao Te quero Mais
Amor Ausente
Amor em Cacos
Dialettali
Mostre- Me O Caminho Para Esquecer
Donne
Mãe
FIli di Stelle
Solitaria ballerina
Minha canção
Canto de um novo amor
Collana di Perle
Superação
Mulher menina
Maria Que Vai Com As Outras
Mulher de Fibra
Mulher - A Metamorfose do Amor
Famiglia
Madre mia
Casinha Encantada
Maria
Pai, norte de nossas vidas
Céu de estrelas
Occhi di bambino
Hoje senti saudades
Minha roseira preciosa
No olhar de uma criança
Quando ouço esta canção
Quando eu era criança
Addio Terra Amata
Pai amado, norte de nossas vidas
Filho do Coração
A Noite De Natal - Alegrai- vos Eis Que Nasceu O Menino!
Fantasia
Primavera
Maria Universal
Viene a giocare d‘essere felice!
A Magia do Amanhã
Claridade
Pássaro Raro
Travesseiro de Macela
Festività
Vestes da Alma
Omaggio ad ogni padre
Ricordi
Natale
Regalo di Natale
Mãe, presente de Deus
Alma de Poeta
Súplica pela paz
Cristo Vive!
A Páscoa dos Sonhos
Rendo- lhe Mãe Querida
Coelhinho Da Páscoa
O Circo Não Pode Acabar!
Súplica da Água
Folia
Joga Fora no Lixo
Deseja- se Um Mundo Melhor
Ilumina- nos Deus Misericordioso - Prece Natalina
Um Presente Para Você
Presente de Natal
Enlevo de Paz
Tenho Fome - Poema em Homenagem do Dia da Criança - 12. 10
Fiabe
San Francesco
La nuova casa della tartaruga Jussara
Rafael, o ursinho guloso
O Tatu Teotônio em busca do planeta perfeito
Risca de Giz
O Sapo Silvino e a Rã Martinica
Rafael, O Ursinho Guloso
Vem Brincar E Ser Feliz!
Impressioni
Porto Da Paz
Introspezione
Versos do Tempo
Desperdício
Triste ilusão
La mia canzone
Sonho de um poeta
A vida tem pressa
Passa passo a passo
Fredde Mattine
Specchio
Silêncio a noite dorme
Acolha- Me Em Teus Braços
Labirintos
Travessia
Fantasia
Olor de Sândalo
Quando A Alma Sonha
Retratos Mascarados de Alegria
Enquanto A Lua Sonha
Almas Desvairadas
Porta Entreaberta
Canção de Paz
Mar Revolto
Máscaras da Felicidade
Vigília
Madrugada Solitária
Retrato Da Solidão
O Voar das Borboletas
Teia
Circo da Vida
Rosário De Contas
Margaridas
Colheita À Revelia
Última Tábua
Viver Sem Contraste
Sonhos Inacabados
Sonhos Dispersos
Dança Da Solidão
Embornal de Sonhos
Rabiscos Melancólicos
Varal Da Ilusão
Sedentos de beijos
Lenta Agonia
Alma Desnuda
Devaneios do Poeta
Solidão
Emoções Solitárias
Teatro Surreal
Lágrimas
Espinhos
Desamor
Almas À Deriva
Vazio
Folhas Mortas
Angústia
Agonia
Solidão
Desatino Outonal
Agonia
Solitárias Madrugadas
Almas Solitárias
Coração Solitário
Viver Por Nada
Existência Desconexa
A Vida Me Chama
Coração Arredio
Alma Sofrida
Anno Novo
Morte
Lamento della Madre Terra
Frias Luvas
Vida Transitória
Natura
Quando arriverà settembre
Il Giardino dei Sogni
Per un pezzo di terra
Particella di Dio
Amo il mare
Pioggia della Vita
Amo il mare
Il pianeta chiede aiuto
O Socorro do Planeta
Flor do Pântano
Minha Terra Abençoada
Tenho Tudo Que Preciso
O Canto do Futuro
Riflessioni
Arremedos
Loucura
La vita va avanti
Cielo stellato
Mar de Lembranças
Petunie Morte
Universo
Margaridas
Nodi del Destino
Martina
Angústia Outonal
Neblina
Signore veglia su di me
L silenzio dell'anima
Espelho
Girassol
Mare di sogni
Reiterados Outonos
Rasserenate lo spirito cari figli meiei
Neblina
Fredde Mattine
Nômades
O Mundo Precisa de Paz
Apri gli occhi
Rondam- me amanhãs incertos
Conquista della felicità
Scoperta della Felicità
Ho fame - Un sfogo d'innocenza
La vita chiede degli abbracci
A mente mente
Superazione
Hora de Renascer
Sinfonia da esperança
Como meu ser queria
Senhor, nós te agradecemos
Sons do ontem
Lírios brancos
Quanto Você Paga?
Primeiro Ato
Coração Apenado
Deus É O Meu Refúgio
Infância Roubada
Sobrevivência
O Renascer do Amor Próprio
E Eu Que Pensava Ser Você Eterna
Disparidades
No Meio da Noite
Colar de Pérolas
Sedentos
Eternidade
Lenta Agonia
Varais Dos Enlutados
Albatroz
Superação
Vista- nos De Branco Pai Bondoso
Mundo Estático
Rede dos Sonhos
Não Me Queiras Ao Seu Lado
Magia do Luar
Castelos
Semeadura da Calma
Novelos De Solidão
Queda Dos Véus
Almas Acorrentadas
Retrato Da Solidão
Leito Acetinado
Amor Restrito
Amor Maior
Rosas da Benevolência
Ouro dos Girassóis
Retrato da Solidão
Preciso Quebrar As Correntes
A Magia da Poesia
Menina Que Mora em Mim
Tarde Demais
Taças de Prazer
Coraçãp À Deriva
Almas Libertas
Lágrimas Silenciosas
Folhas Amorfas
Nômades Sombrios
Não Apague Os Sonhos
Felicidade
Desencontro
Náufragos do Amor
Espelho
Incompreensão
Mãos Entrelaçadas
Esperança No Amanhã
Alma Carente
Espelho do Tempo
A Ilusão da Poesia
Amargo Existir
O Silêncio dos Porta Retratos
Espelho
A Magia do Outono
Alma Deserta
Devaneios da Alma
Apenas uma CHance a Mais
Albatroz
Sociale
Il brigante e l’Amore
Sopravvivenza
Il Mondo Ha Bisogno di Pace
Aonde vai este mundo
O Homem, o barro e a terra
Spiritualità
Perenidade
Dio vive nella semplicità
La Mia Poesia
Folhas de Outono
Desencontros
Speranza
Porto della pace
Cais da Felicidade
Santuario
Tempo di Risorgere
Santuário
Um Mundo Melhor
Cai a noite
Particelle del Creatore
Preghiera al Redentore
Almas Sufocadas
A morte da flor
Lascia che sia così
Acque di felicità
Ando preferindo
Serenai os ânimos filhos meus
Varanda Florida
Cortejo
Tudo O Que Te Pertence Chegará À Tuas Mãos
Catador De Sonhos
Siga Em Frente
Girassóis No Arrebol
Oceano
A Criança Que Mora Em Mim
Paisagismo Do Amor
Ainda Resta Em Minha Alma
Encanta- nos Senhor
Alma Arredia
Felicidade
No Tempo Que Me Resta
Abra Os Olhos
Sal das Lágrimas
Subumbem As Estrelas
Flutua a Alma
Capela da Esperança
Púrpureas Rosas
Agradecimento
Obrigado Senhor
A Vida Que Deus Te Empresta
Silencia Minha Alma
Deus Salvou a Minha Vida
Abrace o Dia Que Nasce
Felicidade
Uomini
Semplicità
Dove va questo mondo
Loucos Círculos
Supplica per la pace
Felicidade Acordada
Frias Madrugadas
Esperança e Fé
Disparidades



Premio Scrivere 2017
I Sogni si Nascondono nel Silenzio della Notte Introspezione (“I sogni si nascondono nei silenzi della notte” Khalil Gibran)
Nessun cuore ha mai provato sofferenza quando ha seguito i propri sogni Amore (“Nessun cuore ha mai provato sofferenza quando ha inseguito i propri sogni.” Paulo Coelho) Primo premio
Divergenze Tema Libero
Premio Scrivere 2015
Distanza Oltre le distanze (Amore) Premio speciale della Giuria
Cappella della Speranza Sete di giustizia (Sociale)
Santuario Poesia a tema libero
Premio Scrivere 2014
Nodi del destino I nodi del destino (Riflessioni)
Amore Fraterno "Con l'orlo del suo abito l'amore sfiora la polvere. Pulisce le macchie da strade e sentieri e poiché ne ha la forza ne ha anche il dovere" (Madre Teresa di Calcutta - Spiritualità)
Ti conservo le rose Tema Libero
Premio Scrivere 2013
Além da Porta Oltre la porta Oltre la porta (Riflessioni)
Angústia Angoscia Tema libero

Ana Stoppa
 I suoi 10 racconti

Il primo racconto pubblicato:
 
Um Amor Para Toda Vida (18/06/2013)

L'ultimo racconto pubblicato:
 
Pace (18/02/2015)

Una proposta:
 
Pace (18/02/2015)

Il racconto più letto:
 
A menina e os vaga- lumes (01/12/2013, 768 letture)


 Le poesie di Ana Stoppa



Lo staff del sito
Google
Cerca un autore od una poesia

Accordo/regolamento che regola la pubblicazione sul sito
Le domande più frequenti sulle poesie, i commenti, la redazione...
Guida all'abbinamento di audio o video alle poesie
Pubblicare un libro di poesie
Legge sul Diritto d'autore (633/41) - Domande e risposte sul Diritto d'autore
Se vuoi mandarci suggerimenti, commenti, reclami o richieste: .
Inserite la vostra pubblicità su questo sito: https://adwords.google.com/cues/7505CA70FA846F4C06E88F45546C45D6.cache.png

Copyright © 2017 Scrivere.info Scrivere.info Erospoesia.com Paroledelcuore.com Poesianuova.com Rimescelte.com DonneModerne.com AquiloneFelice.it